No dia 11 de fevereiro, celebra-se o Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência, para a Check Point Software Technologies, é crucial abordar a disparidade de género que ainda persiste no setor da cibersegurança.

CyberSmart Women Cyber Defence

Embora este domínio tenha registado um crescimento significativo ao longo dos anos, as mulheres continuam a estar sub-representadas, tendo ocupando apenas 25% dos cargos de cibersegurança em 2021, de acordo com a Cybersecurity Ventures. No entanto, há esperança no horizonte, com a projeção de que, em 2025, as mulheres vão ocupar 30% desses cargos, aumentando para 35% em 2031.

Capacitar Mulheres em Matéria de Cibersegurança: Eliminar o Desequilíbrio entre Géneros

Em 2025, 30% dos cargos de cibersegurança serão ocupados por mulheres, um aumento face aos 25% de 2021.

women in cybersecurity 321109573
No âmbito do Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência, para a Check Point Software Technologies Ltd. (NASDAQ: CHKP), fornecedor líder em soluções de cibersegurança para empresas e governos a nível mundial, é crucial abordar a disparidade de género que ainda persiste no setor da cibersegurança.
Embora este domínio tenha registado um crescimento significativo ao longo dos anos, as mulheres continuam a estar sub-representadas, tendo ocupando apenas 25% dos cargos de cibersegurança em 2021, de acordo com a Cybersecurity Ventures. No entanto, há esperança no horizonte, com a projeção de que, em 2025, as mulheres vão ocupar 30% desses cargos, aumentando para 35% em 2031.
 
Mas porque é que a diversidade é importante?
A diversidade no local de trabalho não é apenas uma palavra de ordem; é um catalisador para o sucesso. Seguem as razões da Check Point Software para justificar porque é que ter mais mulheres no setor é bom não só para as empresas, mas também para a indústria da cibersegurança e para a sociedade em geral.
 
Responder a um mundo diversificado: Na era digital atual, os produtos tecnológicos são consumidos por pessoas de todos os géneros. Ao envolver ativamente as mulheres no desenvolvimento de produtos, garantimos que a tecnologia responde às necessidades de todos, abordando eficazmente as diversas perspetivas e preferências dos consumidores.

Inspirar a próxima geração: Para colmatar o fosso entre os géneros nas carreiras STEM, temos de fomentar o interesse das raparigas por estas áreas desde tenra idade. Quando as raparigas vêem mulheres a ter sucesso na cibersegurança e a ocupar cargos de chefia, este torna-se um objetivo alcançável para elas. Empresas como a Check Point Software, com metade dos seus executivos sendo mulheres, dão um exemplo poderoso.

Impulsionar a inovação: A diversidade promove a criatividade e a inovação. Num campo tão dinâmico como a cibersegurança, novas perspetivas e abordagens de resolução de problemas são essenciais para se manter à frente dos adversários cibernéticos. Estudos demonstraram que as equipas com diferentes géneros tomam melhores decisões comerciais em 73% das vezes.

Salário igual para trabalho igual: Uma pedra angular da paridade de género na força de trabalho é garantir salário igual para trabalho igual. Iniciativas como as do ChatGPT, que defendem a paridade de género nos salários, demonstram um compromisso com a justiça e a igualdade. Esta prática não só melhora a cultura do local de trabalho, como também estabelece um padrão a seguir pelas indústrias, realçando a importância do tratamento equitativo e das oportunidades para todos, independentemente do género.
 
As Iniciativas da Check Point Software
A Check Point Software é um exemplo de como as empresas podem dar o exemplo na promoção da diversidade e inclusão de género.
 
Programa SecureAcademy: Através de parcerias com universidades e instituições educativas em todo o mundo, a Check Point inclui a cibersegurança nos currículos académicos, encorajando um leque diversificado de estudantes a explorar e a destacar-se neste campo crítico.

Programa de Pós-Graduação: Adaptado aos recém-licenciados em engenharia, vendas e outras áreas, este programa oferece uma ponte para a indústria da cibersegurança, proporcionando orientação, experiência prática e oportunidades de desenvolvimento de carreira.

Check Point Mind: Uma iniciativa de formação abrangente que oferece uma série de oportunidades de aprendizagem em cibersegurança, assegurando que os profissionais podem manter-se a par das últimas novidades no setor, promovendo uma cultura de aprendizagem e inovação contínuas.

Estes programas demonstram coletivamente o compromisso da Check Point Software em fomentar o talento, promover a diversidade de género e equipar a futura força de trabalho com as competências necessárias para ter sucesso na cibersegurança. Ao investir na educação e no desenvolvimento profissional, a Check Point não só contribui para reduzir a diferença de género, como também reforça o panorama geral da cibersegurança, tornando-o mais resistente às ameaças num mundo cada vez mais digital.
 
Escolher uma Carreira em Cibersegurança
Para colmatar a lacuna de género neste setor, é crucial encorajar mais mulheres a seguir carreiras na área da tecnologia e da cibersegurança.

Uma carreira em cibersegurança não é apenas lucrativa, mas também altamente gratificante, marcada por uma procura constante, satisfação no trabalho e a oportunidade de ter um impacto significativo no panorama da segurança digital. Com iniciativas como as da Check Point Software, os caminhos para o domínio da cibersegurança tornam-se cada vez mais acessíveis e atrativos, especialmente para as mulheres que pretendem entrar e destacar-se neste setor.
 
Rupal Hollenback, Presidente da Check Point Software Technologies, acredita na importância da inclusão no local de trabalho, tanto para o staff como para a empresa. “Dentro da Check Point Software, a nossa equipa executiva ostenta um equilíbrio notável com metade dos seus membros sendo mulheres, desempenhando funções estereotipadas de género não tradicionais, tais como Chefe de Operações Empresariais, Chefe de Gabinete de Produto e Diretor de Tecnologia.
Fomentar a inclusão não é apenas benéfico para a humanidade, é uma vantagem estratégica para as empresas, uma vez que se traduz numa maior inovação e sucesso, tornando-se um fator essencial para o crescimento sustentável da empresa.”
 
Ao assinalarmos o Dia Internacional da Mulher e da Rapariga na Ciência, é crucial reconhecer a importância de promover a diversidade e fomentar o talento a todos os níveis do setor da cibersegurança. Através de esforços concertados na educação, no desenvolvimento profissional e na defesa da igualdade de remuneração, organizações como a Check Point Software e  ChatGPT são fundamentais não só para reduzir a diferença de género, mas também para fortalecer o domínio da cibersegurança contra o crescente cenário de ameaças no nosso mundo digitalmente orientado.

Como tal, eliminar a diferença de género na cibersegurança não é apenas uma questão de igualdade; é um investimento em inovação, uma melhor tomada de decisões e um futuro onde as necessidades de todos são consideradas no mundo da tecnologia.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *