Hamlet, Omelette são porcos da raça Yorkshire enquanto Ebony e Ivory são porcos anões e todos são embaixadores da sua espécie.

Este rosáceo quarteto foi o foco de um estudo que testou se eles podiam aprender a jogar um jogo de vídeo.

Mas afinal o ADN…

Os responsáveis pelo estudo são a especialista em comportamento animal Purdue Candace Croney e a especialista em cognição de chimpanzés Sarah Boysen, co-autora de um estudo sobre os porcos publicado na revista Frontiers in Psychology na quinta-feira.

Hamlet Omelette Ebony e Ivory b

Mas qual é a experiência?

Investigar os processos cognitivos tais como memória, atenção, e conceptualização dos animais de criação.

Os passos:

Primeiro, ensinar os porcos a manipular um joystick usando os seus focinhos.

Segundo, ensiná-los a usar o joystick para jogar um jogo de vídeo num monitor à sua frente.

Resultados?

Os suínos demonstraram uma notável capacidade de aprender e operar o jogo e “compreenderam que o movimento do joystick estava ligado ao cursor no ecrã do computador”, continuou Frontiers.

E claro, foram recompensados com comida por terem jogado bem o jogo, mas também responderam ao encorajamento verbal.

Hamlet, Omelette, Ebony e Ivory
Hamlet, Omelette, Ebony e Ivory

Frontiers continua “não cumpriram os critérios utilizados para os primatas demonstrarem total domínio do conceito”, mas os investigadores suspeitam que isto possa estar relacionado com a forma como a experiência funciona.

Não foi concebida para animais com visão de longo alcance e destreza limitada.

Para tal, os cientistas sugerem que um ecrã táctil pode ser uma opção a explorar no futuro.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *