RON DÁ ERRO, da 20th Century Studios, o primeiro lançamento em cinema do estúdio de animação, CG Locksmith Animation, do Reino Unido, estreia nos cinemas em outubro de 2021.

A aventura de comédia animada, protagonizada por Zach Galifianakis, Jack Dylan Grazer, Olivia Colman, Ed Helms e Justice Smith, é um olhar comovente e hilariante sobre a amizade entre um rapaz e o seu robot defeituoso.

Infelizmente, as vozes e o trabalho destes extraordinários actores perdem-se na versão portuguesa, assim como a prestação de, reparem bem no lote, , Rob Delaney (“Deadpool 2“), Kylie Cantrall (“Gabby Duran: Alien Total”), Ricardo Hurtado (“Os Goldberg”), Marcus Scribner (“Black-ish”) e Thomas Barbusca (“Chad”).

RON DÁ ERRO, da 20th Century Studios e do estúdio de animação CG Locksmith Animation é a história de Barney, um estudante socialmente desajeitado e de Ron, o seu novo dispositivo digitalmente conectado, que anda, fala e que supostamente é o seu “Melhor amigo diferente”.

Os problemas hilariantes de funcionamento de Ron, em oposição à era das redes sociais, vão lançar os dois numa viagem cheia de ação em que ambos vão descobrir a maravilhosa confusão de uma verdadeira amizade. 

O filme foi realizado pelo veterano da Pixar, Jean-Philippe Vine (artista de histórias em “Carros 3” e “A Viagem de Arlo”) e pela co-fundadora do estúdio de animação Locksmith Animation, Sarah Smith (“Operação Presente”), com Octavio Rodriguez (artista da história de “Coco” e “The Incredibles 2: Os Super-Heróis”) como co-realizador.

Rob da erro

O argumento foi escrito por Peter Baynham (“Operação Presente”, “Borat: Aprender Cultura da América Para Beneficiar a Gloriosa Nação do Cazaquistão” e “Borat, o Filme Seguinte: Entrega de Suborno Prodigioso a Regime Americano Para Fazer Benefício à Outrora Gloriosa Nação do Cazaquistão”) e Smith.

Julie Lockhart (“A Ovelha Choné: O Filme” e “Os Piratas!”), também co-fundadora do estúdio de animação Locksmith Animation e Lara Breay são as produtoras, tendo como produtores executivos a Presidente da Locksmith Animation, Elisabeth Murdoch, Smith e Baynham.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *