Schneider Electric, líder global na transformação digital da gestão e automação da energia e nomeada a empresa mais sustentável do mundo em 2021 pela Corporate Knights, venceu a categoria de “Outstanding Contribution to Sustainability and Efficiency” nos DCS Awards.

Esta distinção reconhece a liderança do Grupo na área da sustentabilidade nos Data Centers, bem como as suas tecnologias, que ajudam os clientes a dar resposta à procura por resiliência, eficiência e operações sustentáveis.

Durante o evento, a Schneider Electric e a empresa parceira Elite Partners Advanced Power Technology receberam ainda uma segunda distinção, um prémio especial de Projecto do Ano na categoria de Sustentabilidade nos Data Centers.

As empresas desenvolveram em conjunto um projecto de modernização para a Câmara Municipal de Newcastle, utilizando tecnologias de eficiência energética para reduzir a sua pegada de carbono, como parte de uma iniciativa mais alargada de transformação digital.

Contributo Notável para a Sustentabilidade e Eficiência

A sustentabilidade e eficiência são, há muito tempo, o núcleo do propósito da Schneider Electric. A empresa tem um histórico comprovado de apoio aos seus clientes para reduzir o impacto ambiental da sua infraestrutura de missão crítica com tecnologias sustentáveis Green Premium, estratégias de construção e design inovadores, e através dos seus serviços de Energia e Sustentabilidade (ESS).

O seu portefólio de soluções de hardware e software líder de mercado, que inclui o EcoStruxure IT, a plataforma de gestão de infraestrutura de Data Center (DCIM, na sua sigla em inglês), ajuda os operadores a ter maior visibilidade sobre o ambiente crítico de TI e a tomar medidas para reduzir a utilização de energia e as emissões de carbono.

Para além disso, as suas soluções sustentáveis de alimentação de reserva, incluindo a gama Galaxy de fontes de alimentação ininterrupta (UPS) de iões de lítio com ultra eficiência energética, celas eléctricas sem SF6 e tecnologias de microgrid, permitem aos operadores dar resposta à procura por sustentabilidade e resiliência, oferecendo-lhes capacidades de armazenamento de energia e a possibilidade de integrar energias renováveis (como a eólica e solar) no local, com a rede.

Nos últimos anos, a empresa também tem desenvolvido estratégias para ajudar os operadores a pensar mais além dos projetos tradicionais de Data Center e a reduzir as emissões de alcance 3 das suas cadeias de abastecimento.

Em 2020, a Schneider Electric anunciou que estava a acelerar os seus compromissos de sustentabilidade corporativa, prometendo ajudar os clientes a poupar/evitar 800 milhões de toneladas de emissões de carbono até 2025. Até ao momento, o Grupo já os ajudou a reduzir as emissões de CO2 em 319 milhões de toneladas.

“Tendo em conta a realização recente da COP26, nunca houve um momento tão importante para a nossa indústria estabelecer um compromisso com a neutralidade carbónica,” afirmou Marc Garner, Vice President, Secure Power Division da Schneider Electric UK&I. 

“Ao combinar designs inovadores com tecnologias sustentáveis, e integrá-las tanto com as energias renováveis como com a rede, o nosso setor pode desempenhar um papel fundamental na resposta à emergência climática. Estamos muito satisfeitos por receber este prémio pela nossa contribuição para a sustentabilidade e eficiência.”

Projecto do Ano em Sustentabilidade nos Data Centers

Em colaboração com a Elite Partner Advanced Power Tecnology (APT), a Schneider Electric recebeu ainda um segundo e especial prémio, o de Projeto do Ano em Sustentabilidade nos Data Centers.

As duas empresas desenvolveram em conjunto um projecto de transformação digital de Data Centers para a Câmara Municipal de Newcastle, apoiando a nova estratégia de e-government ao prestar serviços a 300.000 cidadãos e empresas na sua jurisdição.

O projeto incluiu a modernização da capacidade existente de Data Center, atualizações na infraestrutura física, incluindo novas UPS, racks, armários e invólucros, e a implementação do software de gestão EcoStruxure IT, de forma a aumentar a visibilidade sobre o ambiente operacional. E

m conjunto, o novo sistema reforça a capacidade da Câmara Municipal para assegurar a continuidade dos serviços, reduz o consumo de energia e permite que os sistemas de energia e de arrefecimento sejam operados com eficiência energética optimizada.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *