Pois que o Eng. Jaime Filipe foi o inventor das bolas de vento para microfone que hoje encontramos em todos os formatos, tamanhos e densidades, em espuma ou com pelo, e que garantem melhores resultados na captação de som.

Mas não se ficou por elas, a sua obra, arte e engenho é fantástica e merecia um destaque maior na nossa tão degradada cultura. Mas deve ter a ver com a famosa inveja portuguesa, digo eu.

Eng. Jaime Filipe

O próprio fala de um senhor Horácio que era tão criativo e genial que, não tendo dinheiro para comprar brinquedos para o seu filho, inventava pequenas maravilhas, algumas com motor a vapor, que depressa se tornaram objectos de grande procura pelos amigos e conhecidos. Horácio, entretanto, emigrou e chegou a trabalhar para a NASA. Até se diz que foi um dos responsáveis pela chegada do Homem ao satélite da Terra.

Foi esse Horácio que, a pedido de Jaime, construiu uma rede em arame e a tapou com tecido para colocar no microfone que alguém da Emissora Nacional usava. O ruído do vento decresceu imediatamente, assim como os barulhos circundantes.

Canal Youtube dedicado ao Eng. Jaime Filipe

Mais tarde, em 1951, Jaime Filipe inventou a bola de vento com a ajuda de alguém que a fabricou. E o mundo mudou!

BolasVento

As invenções do Eng. Jaime Filipe

Deparei-me há pouco tempo com um vídeo no TikTok com origem, se não estou em erro, de uma jovem venezuelana que ia debitando informação sobre os feitos de Portugal, esse país das caravelas e do astrolábio. No meio, um grande destaque para os filtros de vento e, de repente, a verdade pura e dura: foi um português que as inventou.

Confesso que já me tinha esquecido desta história, pois devo tê-la ouvido quando estudei cinema (long, long time ago) e fui pesquisar hoje de manhã.

Encontrei muitas referências, uma página dedicada à vida e obra e um capítulo com desenhos e patentes.

De 1951 a 1986, a vida do Eng. Jaime Filipe foi um tornado inventivo: elevador para cadeiras de rodas, Electrovisor, Músculo electromagnético (sim, um braço tipo robot), até aos Sistema vibratório de percepção sonora para surdos e Bengala electrónica para cegos.

Ler mais: https://www.jaimefilipe.pt/invencoes/

Um dia destes, se Portugal tiver noção do que é ser português, podia fazer-se uma Expo dedicada a este fantástico homem. O que me dizem?

Já agora, deixo o link para um microfone que analisei com bola de vento e painel acústico

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *