São cinco dicas preciosas mas poderiam ser mais. Hoje tudo se faz na internet, nos computadores, nos smartphones, nos tablets e nas consolas.

Por mim falo, já não seio que é um dia sem estar com um ecrã ligado quase ininterruptamente. E mesmo quando se vai dar o passeio higiénico, olha-se para o ecrã do smartwatch para contarmos as passadas ou mudar a música.

Não está fácil e vai criar problemas, não a mim, que já sou cota, mas às gerações que nasceram com ecrãs tácteis.

As crianças e a tecnologia

No caso das crianças, a dependência tecnológica pode tornar-se um problema. 

Segundo a Unicef, 58% das crianças entre 9 e 16 anos usam a internet todos os dias por mais de uma hora. Seria para rir se não fosse trágico e, logicamente, culpo os pais.

À luz desses dados, a TP-Link disponibiliza algumas dicas para ajudar os seus filhos a desconectarem-se da tecnologia.

É muito importante fazer com que os nossos filhos percebam que a tecnologia não é má. 

É uma ferramenta muito eficaz na hora de aprender e, nestes tempos difíceis, de estar conectado com pessoas que estão longe.

No entanto, eles não devem ocupar todas as suas horas de lazer com dispositivos tecnológicos

Aqui estão cinco dicas para ajudá-los a libertarem-se um pouco da tecnologia:

  • Limite o tempo de uso. É muito importante estabelecer horários de uso dos ecrãs. Embora o estudo geralmente esteja vinculado à tecnologia, é fundamental limitar as horas de lazer relacionadas com este tipo de dispositivos.
  • Promova atividades ao ar livre. A melhor maneira de as crianças esquecerem a tecnologia por um tempo é fazendo todos os tipos de atividades ao ar livre. Embora na situação atual os passeios sejam mais escassos e com menos companhia, praticar desporto em família podem ser uma boa solução.
  • Ajude-os a encontrar um hobby “analógico”. Nem todos os hobbies devem estar relacionados à tecnologia. Ajude o seu filho a encontrar uma atividade analógica, experimentando algumas delas: artesanato, desenho, leitura, jogos de tabuleiro (por exemplo, o TRENCH que até é português)… Os seus filhos vão se sentir completos e ocupados a fazer algo de que gostam.
  • Promova “tempo para a família”. A comunicação familiar é muito importante para o bom desenvolvimento dos filhos. Com o ritmo de vida atual, isso está a tornar-se cada vez mais complicado. Reservar algum tempo para a família, como jantares sem televisão ou tecnologia, vai ajudar a família a esquecer um pouco o mundo digital.
  • Seja um modelo. O mais importante de tudo é dar o exemplo. Tratar dos nossos filhos enquanto prestamos atenção ao telemóvel apenas reforça a sua dependência da tecnologia.

As crianças devem saber as coisas boas sobre tecnologia, mas sem se tornarem dependentes dela. 

Um bom controlo parental sobre os dispositivos que os filhos usam também é uma ferramenta essencial para que eles tenham uma relação saudável com a tecnologia.

Aceite estes conselhos da TP-Link para uma vida mais equilibrada e saudável.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *