Qual a solução para se apresentar um conceito vencedor? Imitar o que venceu: é esta a filosofia do novo Huawei Mate X2 com Falcon Wing.

Aquando o lançamento do primeiro dobrável da marca chinesa, instalou-se a dúvida se seria o melhor formato para um smartphone que estaria sempre exposto aos elementos que o podem danificar, como as chaves que transportámos no bolso, as esquinas das portas e tudo o mais.

O modelo X nunca chegou a Portugal mas quem tem dinheiro pode gastar 2500€ no Mate Xs (ler aqui).

Pois que esta nova vida do Huawei Mate X2 é totalmente baseada no design apresentado pela Samsung no seu Galaxy Z Fold (principalmente na mais recente geração Z Fold 2) o que, sejamos sinceros, não deixa de ser uma derrota assumida.

Huawei Mate X2
Huawei Mate X2

Um maquinão que nunca será para todos

De resto, até acho bem que a Huawei tenha imitado a Samsung (mesmo chamando ao design um espectacular “Falcon Wing” porque, mesmo que seja menos deslumbrante, é o design lógico para este tipo de solução.

A máquina, já se sabe, é topo de gama e o Huawei Mate X2 apresenta-se bem vestido, com chassis em aço de alta resistência e fibra de carbono, um sistema Ultra Vision de quatro câmaras assinadas pela Leica, som estereofónico e o mais recente chipset Kirin 9000 5G.

O design Falcon Wing com uma inovadora dobradiça multifuncional

Eis o que a marca diz sobre esta arrojada novidade:

O Design Falcon Wing do Huawei Mate X2 permite que este se dobre na perfeição numa forma mais compacta com cantos suaves ao seu redor.

Desdobrado, este smartphone tem um lado posterior inclinado que permite que o dispositivo tenha apenas 4,4mm numa das extremidades.

O ponto de equilíbrio foi ligeiramente alterado para longe do centro do dispositivo, para que este se mantenha perfeitamente estável quer esteja aberto ou fechado.

MateX2 Black Front Open

Medidas de ecrã

Com o seu design de ecrã duplo, o ecrã interno flexível do Huawei Mate X2 mede 8 polegadas na diagonal, um dos maiores na sua categoria.

Além disso, a nova geração de dobrável da Huawei introduz também uma camada nano ótica controlada magneticamente para minimizar os reflexos.

Funciona perfeitamente com o ecrã OLED de 6,45polegadas no exterior. Ambos os ecrãs têm uma alta resolução, uma elevada sensibilidade ao toque e uma taxa de atualização de 90Hz proporcionando uma experiência consistente à medida que os utilizadores mudam de um ecrã para outro.

Quando dobrado, a relação de aspecto de 21:9 do ecrã exterior é compatível com a maioria das aplicações principais.

Desdobrado, transforma-se num dispositivo inteligente expansivo com uma relação de aspecto de 8:7.1 para oferecer experiências visuais mais imersivas e impactantes, tanto na vertical como na horizontal.

As câmaras

O Huawei Mate X2 está equipado com um Sistema Ultra Vision de Quatro Câmaras Leica:

A Grande Angular Super Sensing de 50MP tem um dos primeiros sensores a incorporar uma matriz de filtros de cor RYYB (CFA), bem como as capacidades de centragem 4 em 1 pixel e AutoFocus Full Pixel Octa PD para uma focagem rápida e captura de imagens de alta qualidade mesmo em cenas de pouca luminosidade.

A Telefoto 10x apresenta um desenho de periscópio óptico, e suporta zoom óptico até 10 vezes, zoom híbrido de 20 vezes e zoom digital até 100 vezes para fotografias de longo alcance.

A Ultra Grande Angular de 16MP não só oferece um amplo campo de visão para fotografias cénicas, como também suporta o modo macro para fotografar objectos a 2,5cm. 

A câmara selfie suporta captura de alta resolução, grande angular e de gama dinâmica elevada, as selfies nunca mais serão as mesmas.

Huawei Mate X2
Existe em quatro cores

Outras características muito interessantes

O sistema de som estéreo de dois altifalantes utiliza controladores ultrafinos de grande amplitude, com cúpulas de fibra de carbono ultraleve e suporta os efeitos sonoros do Huawei Histen para produzir graves profundos, e agudos limpos para expressar até os detalhes mais delicados de qualquer música ou filme.

O Huawei Mate X2 tem uma bateria de longa duração de 4500mA e suporta 55W Huawei SuperCharge.

O problema?

Há que ir à China comprá-lo o que nesta altura do campeonato é capaz de ser difícil.
Fica feita a reportagem.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *